Amazon

sexta-feira, 30 de março de 2007

A espera

            

                   
 
            
              
  
Quero-te em meus braços e

perder meu tino em seus afagos.

Não adianta fugirmos

do que poderá nos acontecer.

Desencontros inevitáveis.

Vou me agarrar ao tempo e fazer

com que nos encontremos,

dar ínicio a paixão.

Liberar nossos sentimentos a tudo

sem o pudor para nos censurar.

ai, o que anda acontecendo comigo?

Já não sei mais o que faço

nesse embaraço de esperar você.

A espera me consome e deixa

angustiado esse coração

que palpita esperançoso.








 

terça-feira, 27 de março de 2007

Estrela





Quem me dera
ser uma estrela
para brilhar cada vez
mais forte a cada
felicidade tua.
Seria um brilho intenso
que você chegaria
ao infinito de todas
as almas reluzentes
e só apagaria quando
o brilho dos teus olhos
fossem ofuscados
por uma lágrima

terça-feira, 20 de março de 2007

Eu

                                                                                                    
     

        
                          
Hoje quero falar de mim

Das lágrimas que deixo escorrer

Do pranto que me acalma..



É uma sensação de alívio..

Por prazer, por alegria,

por emoção, por satisfação



Claro e por tristeza...



É chorar com motivos..

por amor..

por estar junto...

por estar separado..

pela distância..



Ou por motivo algum..

apenas pelo prazer de sentir a

lágrima escorrendo, salgada pela face...



Fico vendo os dias passar

E nada faço pra mudar

Falta coragem pra seguir adiante

Então eu choro com um sorriso nos olhos





Minha realidade anda confusa..

por isso fujo para meu mundo de sonhos

lá sou feliz..

A solidão é nome de uma flor

linda e perfuma que encanta a todos..





E o pranto continua a acalentar

meus momentos...

 

sexta-feira, 16 de março de 2007

Noites Insones






Tic tac

Ouço o relógio
E os motores de carros;
Luzes que passeiam no teto
Vento que sopra gelado
Nessa escuridão
passatempos
passa o tempo.
Tudo é inerte

Turbilhões de pensamentos
E um deles fica estagnado
...e esperançoso.

tic tac tic tac

A madrugada é longa
E a saudade imensa
Noites insones que me levam ao passado
As rotinas de hoje já não fazem
parte do cotidiano de antes
De esperar um boa noite
ou uma simples ligação cortês
Mas o passado é uma mentira
tão verdadeira...

Alarmes disparam
E amanhã começa
tudo outra vez.

tic tac tic tac tic tac.



sexta-feira, 9 de março de 2007

Agora acabou






Começo a acreditar que nada é perfeito

Nem o elo perfeito

Nem a verdade contada

Ou a mentira vivida



Quando tudo se acaba fica a dor

Uma dor que não sei de onde vem

Por que senti-la?



Começo a perceber que tudo foi em vão

As noites em prantos

Os dias não dormidos

A falta de ânimo

ou a promessa esquecida



Quando tudo se acaba fica o vazio

Um vazio que não sei onde termina




 

quinta-feira, 8 de março de 2007

Solidão





Os caminhos foram percorridos

Nada foi encontrado

Tudo está vazio

Pensamento perdido

Olhar distante

Incertezas incessantes.

Luta diária por mudanças.

Detalhando dúvidas

Por ninguém me entender

Sigo triste,

Avessa às contradições

E ignorando o que era claro.

Continuo seguindo sozinha.

Pelo nada que sou e represento

Criando problemas para distração

Ou apenas imaginando situações.

E, amanhã acordarei, novamente


Sem ninguém...




quinta-feira, 1 de março de 2007

Caminhos








vontade que não cessa

querer sumir

não ter para onde ir

seguir sem rumo na direção

e não olhar para trás

não notar o quanto já foi caminhado

e quantas pedras encontradas foram guardadas

colecionando-as apenas para sentir o peso nas costas

sem farol,

sem norte

indo...