Amazon

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Imperfeição

Intervalo de mim
Nomeada por atos
Conectada em instintos
Estigmatizada nos pensamentos
Seguindo os impulsos
Rompendo com paradigmas
Decisão sob declínio
Movida pelo impeto
Guiada pela esperança
Combalida na solidão.

Combalida de mim
Guiada por atos
Movida em instintos
Decisão nos pensamentos
Rompendo os impulsos
Seguindo com paradigmas
Estigmatizada sob declínio
Conectada pelo impeto
Nomeada pela esperança
Intervalo na solidão

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Distante Próximo




E depois que tudo acabar?

Continuarei seguindo meu caminho

Sem olhar para trás,

Sem ao menos sentir um pouco de você.

A dor não fui iludida

Aprendeu um pouco mais

E ao verme deu a carne.

Seguindo solto na noite fria,

ao relento de um vazio.

Sem culpas, desculpas!

Agora sou o Pudor.

Sou livre e obcecado;

Sou a corrente e o mar

E o sonho mais perfeito

Longe do que podes imaginar

E perto do desejo mais real

Suplico aos quatro cantos do mundo

Viva e se deixa viver!

Quem saiba assim eu possa me sentir

Um pouco mais você

E me tornar indiscutivelmente

Seco , sujo , contradizendo

Todo o meu temor,

Uma armadilha do ódio

Para o amor,

Imperfeito e solene

Como os sonhos.

E a espera de acreditar um dia

de que isso tudo valeu a pena.





(em parceria via msn com Marcone Knight)


segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Desabafo

a realidade me mostra dor
desilusão...
quero fugir desse presente
da incapacidade que me assola
da falta de coragem que não me deixa
simplesmente seguir
sair por ai.. ao leu

é tão dificil me desapegar ao que tenho
porque o que não tenho.. passou
foi uma etapa superada

dificil querer mudar...
às vezes é necessario..
seguir um caminho
buscar minha identidade
ofuscada e perdida

preciso de mim


30/03/2007